quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

O Que é Fieldbus?

Para uma rede aplicada à interligação de elementos a nível de chão-de-fábrica (CLPs, válvulas, indicadores dedicados, sensores, transdutores, atuadores, etc) é utilizada a denominação genérica de "barramento de campo", ou Fieldbus.

O termo fieldbus descreve uma rede de comunicação digital que veio substituir o sistema de sinal analógico 4 - 20mA existente ainda hoje nas indústrias (e muito difundido devido a sua imunidade à interferências eletromagnéticas, apesar de sua tecnologia ultrapassada desenvolvida na década de 60).

O fieldbus pode ser definido como uma rede digital, bidirecional (de acesso compartilhado), multiponto e serial, utilizado para interligar os dispositivos primários de automação (dispositivos de campo) a um sistema integrado de automação e controle de processos. Cada dispositivo de campo pode possuir uma "inteligência" (microprocessado), o que o torna capaz de executar funções simples em si mesmo, tais como diagnóstico, controle e funções de manutenção, além de possibilitar a comunicação entre dispositivos de campo (não apenas entre o engenheiro e o dispositivo de campo). Em outras palavras, o fieldbus veio para substituir o controle centralizado pelo distribuído.

Portanto o fieldbus é muito mais que um mero substituto do padrão analógico 4 - 20mA, pois promove a melhora de qualidade, a redução de custos e o aumento de eficiência.

Vale ressaltar que o fieldbus baseia-se no modelo ISO/OSI e que os níveis implementados são o 1,2 e 7. O modelo é reduzido para atender aos requisitos de tempo de resposta.

Vantagens

Redução Inicial:
A instalação de uma rede fieldbus (que é multiponto) requer 1/5 menos cabos do que as ponto-a-ponto. Com relação ao padrão 4 - 20mA, que requer um par de fios para cada dispositivo, o fieldbus requer apenas um par-trançado de fios para toda a rede.

O sistema fieldbus requer menos trabalho para instalação e economiza dinheiro devido a redução de material necessário para instalação.

Há uma maior rapidez no projeto do layout de um sistema fieldbus devido a sua pouca complexidade.

Manutenção:
A baixa complexidade do fieldbus traz uma maior segurança e uma menor necessidade de manutenção.

A depuração de um sistema fieldbus também é facilitada devido a possibilidade de diagnóstico online dos dispositivos de campo.

Melhora de Performance:
Fieldbus permite um aumento de flexibilidade na hora de projeto, pois alguns algoritmos e procedimentos de controle podem ficar no próprio dispositivo de campo e não mais no programa de controle. Isto reduz o custo total do sistema e torna as expansões futuras muito mais fáceis.

No padrão 4 - 20mA, somente uma informação (valor de uma variável) pode ser transmitida, e somente em uma direção. O fieldbus, por sua própria definição, supera em muito esta limitação.

Com a tecnologia fieldbus, um instrumento de campo pode ser calibrado, inicializado, operado e reparado numa velocidade considerável. Isto leva a uma redução do tempo total requerido para operar um sistema fieldbus.

4 comentários:

  1. Gostei muito do documentario estou iniciando no ramo da instrumentação, e essas coisas esclarecem bastante, e adiciona conhecimento.

    gostaria de saber se já estão desenvolvendo algo mas avançado q o processo Fildbus? com mais funcionalidades.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom com este argumento consegui entender melhor o FIELDBUS

    ResponderExcluir
  3. Olá Gabriel:
    Li que você é um aficionado por Instrumentação, temos uma Escola próxima ao Polo (500 m) que ministra Cursos Profissionalizantes. www.escolatreiman.com.br , dê uma olhada venha nos visitar. Rubens/Reinaldo

    ResponderExcluir
  4. Prezados: Há pouco fiz um convite ao Gabriel, pois pensei que ele recebia o comentário e publicava, mas agora percebi que é direto. Então o convite para a visita e para o acesso ao site é para todos. Rubens/Reinaldo

    ResponderExcluir